CIA Teatro e dança

 

CIA DE TEATRO DANÇA
IVALDO BERTAZZO

Lançamento de marca e do espetáculo

Presente no mercado desde a década de 1970, Ivaldo atua na educação do corpo e na transformação dos gestos como manifestação da individualidade. Em 1976 lançou a Escola do Movimento e o Método Bertazzo de Reeducação do Movimento para formar profissionais em seus métodos por meio de cursos, oficinas e workshops em todo o País.

Objetivos:

Criar a nova marca de Ivaldo Bertazzo: Corpo Vivo, para ser a marca “umbrella” aplicada nos Cursos de Reeducação do Movimento e no Espetáculo Teatro Dança.

Lançar e gerenciar o espetáculo Corpo Vivo Carrossel das Espécies por todo o Brasil.

Ações e inovações:

Ampliar a consciência, a autonomia e a estrutura dos movimentos corporais: esse foi o nosso direcionamento na hora de criar a marca Corpo Vivo. A estrutura e a energia presentes na tipografia permitem que as imagens dos corpos se harmonizem perfeitamente com a ideia central da marca.

Com essa marca lançamos o espetáculo Corpo Vivo Carrossel das Espécies, apresentado em mais de 20 cidades brasileiras. Fizemos o programa do espetáculo e a estratégia de divulgação por 13 meses consecutivos, utilizando as mais variadas mídias off-line e on-line, valendo até uma presença no programa do Jô Soares.

Um vídeo para TV e YouTube seguindo a linguagem da marca Corpo Vivo foi criado e concebido para a divulgação do espetáculo.

Em paralelo, fizemos o lançamento do livro Corpo Vivo Reeducação do Movimento com a estratégia focada nas Redes Sociais e fortemente promocional com a premiação de exemplares do livro mediante a participação em um quiz educacional.

E tudo isso com uma linguagem única, fortalecendo a marca Corpo Vivo e seu criador Ivaldo Bertazzo.

Resultados:

Cerca de 100 apresentações do espetáculo, com um público estimado em 20 mil pessoas.

Foram impressos e vendidos mais de 6 mil exemplares do livro.

Adesão de mais de 5 mil pessoas, entre admiradores e profissionais no segmento voltado para a saúde do corpo nas Redes Sociais.

OUTROS CASES



 

CIA DE TEATRO DANÇA
IVALDO BERTAZZO

Lançamento de marca e do espetáculo

Presente no mercado desde a década de 1970, Ivaldo atua na educação do corpo e na transformação dos gestos como manifestação da individualidade. Em 1976 lançou a Escola do Movimento e o Método Bertazzo de Reeducação do Movimento para formar profissionais em seus métodos por meio de cursos, oficinas e workshops em todo o País.

Objetivos:

Criar a nova marca de Ivaldo Bertazzo: Corpo Vivo, para ser a marca “umbrella” aplicada nos Cursos de Reeducação do Movimento e no Espetáculo Teatro Dança.

Lançar e gerenciar o espetáculo Corpo Vivo Carrossel das Espécies por todo o Brasil.

Ações e inovações:

Ampliar a consciência, a autonomia e a estrutura dos movimentos corporais: esse foi o nosso direcionamento na hora de criar a marca Corpo Vivo. A estrutura e a energia presentes na tipografia permitem que as imagens dos corpos se harmonizem perfeitamente com a ideia central da marca.

Com essa marca lançamos o espetáculo Corpo Vivo Carrossel das Espécies, apresentado em mais de 20 cidades brasileiras. Fizemos o programa do espetáculo e a estratégia de divulgação por 13 meses consecutivos, utilizando as mais variadas mídias off-line e on-line, valendo até uma presença no programa do Jô Soares.

Um vídeo para TV e YouTube seguindo a linguagem da marca Corpo Vivo foi criado e concebido para a divulgação do espetáculo.

Em paralelo, fizemos o lançamento do livro Corpo Vivo Reeducação do Movimento com a estratégia focada nas Redes Sociais e fortemente promocional com a premiação de exemplares do livro mediante a participação em um quiz educacional.

E tudo isso com uma linguagem única, fortalecendo a marca Corpo Vivo e seu criador Ivaldo Bertazzo.

Resultados:

Cerca de 100 apresentações do espetáculo, com um público estimado em 20 mil pessoas.

Foram impressos e vendidos mais de 6 mil exemplares do livro.

Adesão de mais de 5 mil pessoas, entre admiradores e profissionais no segmento voltado para a saúde do corpo nas Redes Sociais.

OUTROS CASES